Typefaces na medida certa

Por RamonPage

É SABIDO QUE quando criamos uma família de fontes (font-family) para um site, esta se comporta de acordo com as fontes instaladas na máquina do usuário. Se o usuário não tem a primeira fonte da lista, a segunda é testada e assim sucessivamente até a última fonte definida na sua família.

Para não ter problemas de compatibilidade entre fontes de PC e Mac para a família a ser criada, pode-se usar Times para fontes serifadas, Arial e Helvetica para fontes não serifadas e Courier para fontes monospace. Mas… Por que não fugir deste padrão em determinados casos?

Arrojando a família de fontes

Existem várias técnicas para usar fontes que não são comumente encontradas em computadores de usuários, mas estas são muito limitadas e muitas das vezes restringem-se apenas à estilização de títulos.

Na maioria dos casos, nada melhor que uma família de fonte bem definida. Uma “família de fonte bem definida” seria a criação de uma família que seja apresentada igual ou similarmente em PC's e em Mac's. Podemos usar, então, as web-safe fonts.

Usando um typeface web-safe

Typeface, basicamente, é o conjunto de caracteres, símbolos e ideogramas que formam uma fonte.

As typefaces possuem quatro famílias básicas. São elas: serif, sans-serif, monospace e display.

As fontes web-safe são as instaladas por default em um SO e econtradas tanto nos PC's quanto nos MAC's. Para cada família de fonte, temos algumas fontes web-safe. São elas:

serif:

sans-serif:

monospace:

display:

Usando as fontes acima, a probabilidade de ter um layout com tipografia diferente entre PC's e MAC's é mínima. Lembrando sempre que a ordem de utilização das fontes e a família a ser usada deve estar diretamente relacionada à finalidade do site a ser criado.

Referências

Marcado em:

Os comentários estão desabilitados para este artigo.
Deixe-me saber sua opinião via Twitter

* * *